Por que a Calibração da Balança é Importante? - METTLER TOLEDO
Conhecimento

Por que a Calibração da Balança é Importante?

Conhecimento


 

1. O que é a calibração da balança e por que devo realizar a calibração?

A segunda parte da questão desencadeia outra: “Por que você quer pesar mesmo se sua balança não estiver calibrada?” A calibração da balança é fundamental para se obter resultados de pesagem precisos. Ignorar esta importante atividade de manutenção transforma a medição em suposições. Em outras palavras, a pesagem com uma balança não calibrada é negligência. A precisão das balanças torna-se menos confiável com o passar do tempo. Este é o resultado do desgaste normal causado pelo uso regular e por fatores externos, como choques mecânicos ou ambientes perigosos. Isso pode levar a uma degradação ou deterioração relativamente rápida depois de um tempo prolongado. A calibração da balança planejada periodicamente combinada com frequentes testes de rotina aumenta muito a durabilidade de sua balança e a precisão da pesagem.

Mas o que é calibração? Em termos simples, a calibração é uma comparação quantitativa. Para verificar a leitura de uma balança, é colocado um peso de referência no prato. O erro é definido como a diferença entre o valor medido (a leitura) e o valor real (o peso de referência). Se este erro é confiável ou não, será descrito abaixo. No final da calibração da balança, é gerado um certificado, que relatará as leituras da balança, comparando-as com um valor de referência. As tolerâncias aplicadas resultam em uma declaração de Aprovação/Reprovação.

sadsad


 

2. Quais são as vantagens da calibração da balança?


A calibração realizada por um fornecedor autorizado oferece os benefícios a seguir:

  • Redução de custos. Equipamentos calibrados permitem uma tomada de decisão adequada, o que evita desperdício, retrabalho ou recolhimento de produtos do mercado.
  • Medições confiáveis. Utilizar equipamentos calibrados garante que as medições realizadas em um local sejam compatíveis com aquelas realizadas em outro local. Os resultados de qualquer balança no processo serão precisos e confiáveis, da mesma forma que o produto final.
  • Conformidade. A calibração facilita a aprovação sem problemas em auditorias internas e externas.
  • Detecção de desgaste dos equipamentos. Todos os equipamentos envelhecem com o tempo e os componentes essenciais podem sofrer estresse mecânico ou desgaste. Desvios nem sempre podem ser eliminados, mas podem ser detectados através de calibrações periódicas.
  • Melhoria nos processos e lucro. A interpretação dos resultados de calibração de acordo com as tolerâncias definidas melhora os processos e, acima de tudo, aumenta o lucro.
Benefícios da Calibração


 

3. Com que frequência tenho de calibrar minha balança, e quais são os riscos se não calibrar?

 

Um certificado de calibração relata os resultados no momento em que a calibração foi realizada. Em muitos casos, a pessoa responsável presume que a calibração é válida por um ano. Isso leva à conclusão errônea de que um intervalo de calibração de um ano é suficiente.

O ideal é que os intervalos das calibrações sejam definidos de acordo com uma metodologia baseada em riscos – por exemplo, qual é a probabilidade de algo dar errado e qual o nível de impacto? Um impacto elevado e uma alta probabilidade correspondem a um alto risco, o que requer um intervalo menor de calibração. Caso contrário, um baixo impacto e uma baixa probabilidade levam a um baixo risco, permitindo intervalos mais estendidos.

Negligenciar a calibração é uma estratégia de alto risco. Custos ocultos e riscos associados à balança não calibrada podem ser bem mais elevados do que o custo da calibração propriamente dita. Utilizar equipamento não calibrado pode levar a problemas na produção, como:

  • parada de produção não programada
  • qualidade inferior do produto
  • problemas no processo e na auditoria
  • retrabalho e devoluções de produtos

Mudanças ambientais também podem levar a desvios não detectados ou ao aumento nos erros aleatórios que vão deteriorando o desempenho ao longo do tempo. Uma calibração programada periodicamente junto com testes de rotina (veja abaixo) é a melhor forma de reduzir riscos relacionados à calibração.
 


 

4. Quais tolerâncias se aplicam à calibração da balança?

As tolerâncias determinam se a balança se comporta “suficientemente bem” para atender a um conjunto específico de requisitos de processo. As tolerâncias definem os critérios para emitir uma declaração de Aprovação/Reprovação. As tolerâncias podem ter várias origens, incluindo órgãos regulatórios, setores de produção e o processo propriamente dito.

Tolerâncias legais:

Tolerâncias legais estipuladas pela norma OIML R76 ou o Handbook 44 do NIST (apenas nos EUA) avaliam requisitos legais para comércio. Essas tolerâncias são bastante amplas e facilmente atendidas com  balanças de laboratório, ou quando a pesagem é realizada no limite inferior da faixa de medição.

Tolerâncias do fabricante:

As tolerâncias do fabricante garantem que o equipamento atenda às especificações do fabricante. As tolerâncias do fabricante não consideram os requisitos de processo específicos do usuário, e são, portanto, inadequadas para melhorar o processo de pesagem.

Tolerâncias do processo:

As tolerâncias específicas do processo definidas pelo usuário apoiam as melhorias do processo e economia de material, resíduos e retrabalho. Portanto, para balanças em uma aplicação aprovada para o comércio, além das tolerâncias legais, devem ser aplicadas às tolerâncias de processo. Para obter mais detalhes sobre como a solução GWP Verification® da METTLER TOLEDO pode melhorar seu processo de pesagem, consulte este link da internet: GWP- Weighing Standard.

Tolerâncias legais protegem os consumidores, mas não consideram os requisitos específicos do produtor. Otimizar tolerâncias do processo aplicadas aos instrumentos de medição pode ter um grande impacto sobre a rentabilidade do processo.

 


 

5. Existe alguma diferença entre calibração e ajuste?

Sim, há uma diferença importante. Infelizmente, os termos “calibração” e “ajuste” são frequentemente confundidos.

Calibração

O International Bureau of Weights and Measures (BIPM) e o Joint Committee for Guides in Metrology (JCGM) produziram uma valiosa ferramenta para auxiliar na padronização dos termos de pesagem chamada Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM). Ali, o item 2.39 define calibração como sendo um aspecto de como uma balança opera:

"Operação que estabelece, sob condições especificadas, em uma primeira etapa, uma relação entre os valores de quantidade e as incertezas da medição fornecidos por padrões de medição e as indicações correspondentes com as incertezas da medição associadas; em uma segunda etapa, utiliza esta informação para estabelecer uma relação visando à obtenção de um resultado de medição a partir de uma indicação.”

AjusteA definição acima também determina claramente que a derivação da incerteza de medição é parte integrante da calibração. A calibração da balança sem uma declaração de incerteza de medição é incompleta e torna-se um teste pontual, na melhor das hipóteses.

Ajuste

Enquanto a calibração define como uma balança se comporta, o ajuste do dispositivo muda o seu comportamento. O ajuste é definido no VIM conforme abaixo:

"Conjunto de operações realizadas em um sistema de medição, de modo a fornecer indicações prescritas correspondentes a determinados valores de uma quantidade a ser medida."

Portanto, ajustar uma balança quer dizer modificar suas indicações de forma a permitir que estas correspondam, o máximo possível, aos valores de quantidade dos padrões de medição aplicados.

 


 
Calibração de balanças aprovadas para o comércio


 


 

8. Como posso garantir a precisão dos resultados de pesagem?


Resultados precisos são a soma de várias atividades-chave de manutenção, e podem ser alcançados em três etapas simples.  Além da calibração, os testes de rotina podem melhorar de forma sustentável a precisão de uma balança. Embora a calibração seja realizada por técnicos de manutenção autorizados, os testes de rotina são executados pelo usuário do instrumento. Os testes de rotina também garantem uma detecção antecipada de provável não conformidade da balança em relação aos requisitos de processo de pesagem. Se realizados com frequência adequada, um status “fora de tolerância” pode ser detectado antes que ocorra qualquer prejuízo.

Os gráficos a seguir mostram a instalação e a calibração periódica da balança realizadas por um técnico autorizado. O usuário verifica a balança com maior frequência.

Resultados de pesagem precisos
Para obter mais informações sobre como obter qualidade consistente, alcançar 100% de conformidade e melhorar os lucros, faça o download do infográfico “Resultados precisos em 3 passos simples”.
Vale a pena praticar a qualidade nos resultados laboratoriais desde o início, em vez de descobrir problemas mais tarde. Coloque em prática as verificações periódicas das balanças e garantia que seus resultados de pesagem sejam precisos todos os dia.


 

9. Por que é um risco utilizar instrumentos não calibrados?


Balança calibrada adequadamente proporciona resultados precisos e diminui a probabilidade de um erro de pesagem que possa custar mais tempo e dinheiro.  Com certeza, a calibração é um investimento que constrói a confiança do cliente. Utilizar equipamento não calibrado pode levar a problemas na produção, como:

  • parada de produção não programada
  • qualidade inferior do produto
  • problemas no processo e na auditoria
  • retrabalho e devoluções de produtos


Mudanças ambientais também podem levar a desvios não detectados ou ao aumento nos erros aleatórios que reduzem o desempenho.  Uma calibração programada periodicamente junto com testes de rotina (veja abaixo) é a melhor forma de reduzir riscos relacionados à calibração.

Por que a Calibração da Balança é Importante?
Por que é um risco utilizar instrumentos não calibrados?


 


 
Manuseio de pesos de teste


 
Thank you for visiting www.mt.com. We have tried to optimize your experience while on the site, but we noticed that you are using an older version of a web browser. We would like to let you know that some features on the site may not be available or may not work as nicely as they would on a newer browser version. If you would like to take full advantage of the site, please update your web browser to help improve your experience while browsing www.mt.com.