Balanças Analíticas | para Pesagem em Laboratório | Solicite uma Cotação

Balanças Analíticas

Equipamento de Pesagem Confiável e de Alto Desempenho para o Laboratório

As balanças analíticas são instrumentos de pesagem altamente precisos. Por causa da sensibilidade da célula de pesagem de alto desempenho, as balanças analíticas vêm equipadas com um protetor de vento para garantir um ambiente de pesagem estável. Com uma capacidade variando de 52 a 520 g, e resolução de 0,002 a 1 mg, as aplicações comuns da balança analítica incluem preparo de amostra e padrão, formulação, pesagem diferencial, determinação de densidade e testes de rotina da pipeta.

Ligue para solicitar uma cotação
View Results ()
Filter ()

Adicione um ou dois outros produtos à comparação

Vantagens das Balanças Analíticas da METTLER TOLEDO

+55 11 4166 7400
Ligue para Serviços
Service for Laboratory Balances

FAQs

  1. O que é uma balança analítica?
  2. Como uma balança analítica típica funciona?
  3. Como posso usar uma balança analítica?
  4. Qual é a diferença entre zero e tara?
  5. Onde as balanças analíticas são usadas? Quais são as áreas de aplicação típicas das balanças analíticas?
  6. Como seleciono a balança analítica certa para minha aplicação de pesagem?
  7. Como posso transferir meus resultados de pesagem para um PC ou outro computador?
  8. Balança analítica versus balança de carregamento superior – qual é a diferença?
  9. Qual é a diferença entre uma balança analítica e uma microbalança?
  10. Preciso calibrar minha balança analítica?
  11. Como devo calibrar minha balança analítica?
  12. O que é Incerteza de medição de balança?
  13. Qual é a incerteza de uma balança analítica?
  14. Qual é o peso mínimo da balança analítica?
  15. O que é a exatidão e o que é a precisão de uma balança analítica? Qual é a diferença entre elas, e como é possível testá-las?
  16. Quais são os efeitos da eletricidade estática em uma balança analítica?
  17. Como é possível eliminar cargas estáticas?
  18. O que é um dispensador líquido de laboratório e como é usado na pesagem?
  19. O que é a faixa de uma balança analítica?
  20. Balança analítica 200 g – em quanto tempo consigo identificar a capacidade da balança analítica?
  21. O que a letra C significa no nome do modelo de balança analítica XPR226CDR?
  22. O que é uma balança de 5 dígitos e em que ela é usada normalmente?
  23. Qual é a carga máxima e mínima que pode ser pesada em uma balança analítica?
  24. O que é a bolha da balança analítica e para que é usada?
  25. Onde posso encontrar a bolha de nivelamento em minha balança analítica?
  26. Quais são os tipos disponíveis de balanças analíticas?
  27. Quais são os tipos de balanças disponíveis?
  28. O que é uma balança analítica digital?
  29. O que é a divisão da escala (d) e a divisão da escala de verificação (e)?

O que é uma balança analítica?

Uma balança analítica, às vezes conhecida por balança semianalítica, é um tipo de instrumento de laboratório que mede massa com um alto grau de precisão, normalmente tendo uma resolução de 0,1 mg (quatro casas decimais) ou menos. Uma balança analítica possui uma célula de pesagem altamente sensível e, portanto, é construída com um protetor de vento para proteger a amostra e o recipiente contra movimentos do ar que podem causar instabilidade e resultados imprecisos. As balanças analíticas da METTLER TOLEDO oferecem capacidade de pesagem de 52 g a 520 g e resolução variando de 0,1 mg a 0,002 mg.

Hoje em dia, as balanças analíticas eletrônicas com frequência são equipadas com várias funções e recursos para ajudar a manter a precisão e melhorar a ergonomia de pesagem, como testes e ajustes internos, operação em tela touchscreen intuitiva, garantia de qualidade e portas motorizadas. As balanças analíticas da METTLER TOLEDO também possibilitam conectar software de gerenciamento de dados dedicado como o EasyDirect e LabX. Nossas balanças analíticas XPR também apresentam o StaticDetect™ que avalia automaticamente o erro de pesagem devido a cargas estáticas em amostras e recipientes, e apresenta uma advertência se o erro exceder limites predefinidos. As balanças analíticas XPR também podem ser atualizadas facilmente para dispensação de pó e líquido. As balanças analíticas oferecem opções de conectividade, como USB, RS232 e LAN, para permitir que os resultados sejam transferidos digitalmente, bem como para facilitar a conexão da balança a vários periféricos, acessórios e sistemas de dados.

Como uma balança analítica típica funciona?

O princípio de pesagem das balanças analíticas da METTLER TOLEDO é baseado na compensação da força eletromagnética. A célula de pesagem dentro do gabinete da balança cria uma força eletromagnética compensadora ao objeto que foi colocado no prato de pesagem. A balança analítica interpreta a magnitude dessa força eletromagnética de compensação como o peso do objeto. O resultado é exibido no terminal da balança na unidade adequada (gramas, miligramas, microgramas etc.). 

Célula de Pesagem da Balança Analítica
Célula de Pesagem da Balança Analítica

O prato de pesagem de uma balança analítica laboratorial (resolução de 0,1 mg ou menos) é colocado dentro de um protetor de vento, que protege a amostra e o recipiente contra influências ambientais externas, como correntes de ar, ajudando assim a melhorar o desempenho geral de pesagem. Isso é especialmente importante na pesagem analítica, quando a precisão dos resultados é de suma importância.

As balanças analíticas são usadas para aplicações de pesagem simples, bem como para preparo de padrão e de amostra, formulação, medição de densidade, pesagem de filtro etc. 

Pesagem de Filtro da Balança Analítica
Pesagem de Filtro da Balança Analítica

Como posso usar uma balança analítica?

Antes da pesagem, verifique primeiro se a balança está nivelada. Se seu procedimento operacional padrão (POP) exigir, pode ser necessário realizar um ajuste da balança.

  • Para iniciar seu procedimento de pesagem, pressione primeiro o botão para zerar. Isso oferece um ponto zero como início do processo de pesagem.
  • Abra a porta do protetor de vento e coloque o recipiente alvo, às vezes chamado de recipiente de tara, no prato de pesagem. Lembre-se de usar luvas ou pinças, se necessário.
  • Feche a porta do protetor de vento e aguarde até que o valor do peso do recipiente estabilize. O peso de seu recipiente de tara agora é exibido no visor.
  • Agora pressione o botão de tara. A balança registra o peso de seu recipiente de tara, e o visor agora mostrará zero novamente (observe que isso não é o mesmo que o ponto zero).
  • Comece a adicionar sua amostra até que o peso alvo desejado seja atingido.
  • Feche a porta do protetor de vento. Assim que a balança tiver estabilizado, liberará o resultado do peso.
  • A balança agora registrou o peso de seu recipiente de tara e o peso de sua amostra. Se imprimir os resultados, os valores de peso serão exibidos com T para tara, N para peso líquido e G para peso bruto.
  • Após terminar a pesagem, certifique-se de limpar a balança e a bancada ao redor dela de acordo com os POPs. Se o instrumento for desconectado para limpeza, espere que ele aqueça novamente antes de reutilizar.

Se estiver pesando um item, em vez de dosar uma amostra em um recipiente, basta zerar a balança e colocar o item no centro do prato de pesagem. Depois, feche a porta do protetor de vento e aguarde que a balança libere o resultado do peso. Leia mais em nosso guia grátis: Pesando da Forma Correta

Qual é a diferença entre zero e tara?

A função zero oferece um ponto zero de onde iniciar o processo de pesagem. Se estiver usando um prato de pesagem mais pesado (com um ErgoClip, por exemplo) ou o prato de pesagem tiver uma base de proteção, a função zero vai efetivamente ignorá-lo, assim como qualquer peso que já seja reconhecido pela célula de pesagem, e não vai incluí-lo como parte do processo de pesagem. No entanto, qualquer peso na balança ainda contribui para a carga máxima que se pode colocar na balança (ou seja, a capacidade da balança).

Ao usar a função de tara, a balança registra internamente o peso que já está no prato de pesagem e reinicia o visor para zero, pronto para que algo mais seja adicionado à balança. Quando os resultados são registrados eletronicamente, eles são exibidos com T para peso da tara, N para peso líquido e G para peso bruto.

Onde as balanças analíticas são usadas? Quais são as áreas de aplicação típicas das balanças analíticas?

Uma balança analítica, também chamada simplesmente de "balança de laboratório", permite a análise de uma ampla variedade de amostras. Aplicações específicas do cliente onde se exige o uso de uma balança analítica eletrônica incluem:

  • Preparação da amostra/padrão
  • Formulação
  • Pesagem diferencial
  • Determinação de densidade
  • Pesagem em intervalos
  • Testes de rotina de pipeta
  • Análise elementar
  • HPLC (cromatografia líquida de alto desempenho)
  • GCMS (cromatografia de gás - espectrometria de massa)

As balanças analíticas são usadas em laboratórios em geral, P&D e laboratórios de controle de qualidade em vários setores como farmácia e biotecnologia, produtos químicos, alimentos, meio acadêmico, metais e plásticos etc.

Aplicações de Balança Analítica
Aplicações de Balança Analítica

Como seleciono a balança analítica certa para minha aplicação de pesagem?

Selecionar a balança analítica certa é importante. A pesagem precisa é mais do que apenas os dígitos no visor da balança. Apenas conhecendo os riscos, as tolerâncias, a qualidade exigida e as regulamentações relevantes do processo é possível selecionar a balança que oferece o nível certo de precisão. O desempenho da balança deve atender aos requisitos de precisão interna e as regulamentações externas. Sua balança analítica deve ser adequada para seu propósito pretendido, caso contrário, todos os resultados de pesagem e quaisquer processos subsequentes que façam uso desses resultados de pesagem serão considerados inválidos.

O serviço gratuito de GWP® Recommendation da METTLER TOLEDO foi criado para ajudar a escolher o instrumento correto de acordo com os requisitos específicos de precisão e do processo. Ele considera estes fatores essenciais:

  • Peso máximo: a carga máxima a ser pesada (incluindo o recipiente de tara)
  • Menor peso líquido: a menor carga a ser pesada (excluindo o recipiente de tara)
  • Tolerância de pesagem: o erro de pesagem aceitável, especificado como ± percentagem
  • Fator de segurança: este fator é aplicado ao peso mínimo da balança para compensar as influências externas como vibrações, correntes de ar, operadores diferentes etc.

O GWP® Recommendation também pode ser usado para determinar se a balança instalada é adequada para o propósito.

Como posso transferir meus resultados de pesagem para um PC ou outro computador?

As balanças analíticas da METTLER TOLEDO podem dar suporte com uma transferência de dados simples sem a necessidade de software adicional. Primeiro, conecte a balança analítica ao PC usando um cabo USB.

  • Em nossas balanças analíticas nível Excellence, ative a função HID (drop-to-cursor). Agora basta pressionar "Add result" (Adicionar resultado) no visor da balança, e o resultado da pesagem será transferido diretamente a uma planilha do Excel ou documento do Word.
  • Em nossas balanças analíticas de nível Advanced e Standard, ative o PC Direct e pressione "Print" (Imprimir) para transferir o resultado da pesagem a uma planilha do Excel ou documento do Word.

Usar o software dedicado aumenta as possibilidades de gerenciamento de dados:

  • Para nossas balanças analíticas nível Advanced ou Standard, o software EasyDirect oferece capacidades estendidas de gerenciamento de resultados, incluindo a exportação para arquivo csv, cálculos estatísticos e análise de resultados.
  • Para nossas balanças analíticas de nível Excellence, o software de laboratório LabX oferece gerenciamento avançado de dados e análise de resultados. O LabX é uma solução poderosa para o gerenciamento centralizado de dados, tarefas, instrumentos e usuários. O LabX também auxilia com a conformidade com os requisitos de integridade de dados do 21 CFR parte 11 e do ALCOA+.

Balança analítica versus balança de carregamento superior – qual é a diferença?

Uma balança de carregamento superior tem um prato de pesagem diretamente acima da célula de pesagem. Além disso, o termo "carregamento superior" indica que a carga é aplicada na parte superior da célula de pesagem. Muitas das balanças analíticas da METTLER TOLEDO e todas as balanças de precisão são balanças de carregamento superior. No entanto, as balanças analíticas de nível Excellence da METTLER TOLEDO que apresentam o prato de pesagem suspenso patenteado SmartGrid não são balanças de carregamento superior. Nas balanças analíticas com SmartGrid, a célula de pesagem e o sistema eletrônico associado são posicionados na parte de trás da balança, atrás da câmara de pesagem. Essas balanças analíticas às vezes são chamadas de balanças de "carregamento dianteiro" porque a carga é aplicada na parte dianteira da célula de pesagem. Essa construção permite a tecnologia de controle ativo de temperatura para remover com eficiência o calor do sistema eletrônico na parte de trás da balança, oferecendo maior estabilidade de temperatura dentro da câmara de pesagem. As imagens abaixo exibem uma balança analítica com carregamento superior de nível Advanced e uma balança analítica de nível Excellence com o prato de pesagem suspenso.

Balança Analítica Versus Balança de Carregamento Superior
Balança Analítica Versus Balança de Carregamento Superior

Qual é a diferença entre uma balança analítica e uma microbalança?

Uma das diferenças notáveis entre uma balança analítica e uma microbalança é o número de casas decimais de resolução. As balanças analíticas são balanças laboratoriais com resolução de quatro casas decimais ou mais. As balanças analíticas da METTLER TOLEDO oferecem resolução na faixa de 0,1 mg a 0,002 mg. As aplicações típicas incluem preparação de amostra e padrão, pesagem diferencial, determinação de densidade etc.

Balança Analítica
Balança Analítica

As microbalanças e balanças ultramicro da METTLER TOLEDO entregam a mais alta precisão dentre todas as balanças laboratoriais, oferecendo resolução de 1 μg (seis casas decimais) e 0,1 μg (sete casas decimais). As aplicações típicas incluem pesagem de matéria de particulados (filtro), calibração de pipeta, testes de resíduos de pesticidas e pesagem de stent. 

Microbalanças
Microbalanças

Mais diferenças podem ser vistas na repetibilidade mais alta e na construção. As microbalanças possuem uma câmara de pesagem cilíndrica pequena e um visor adicional na balança que ajuda com a ergonomia ao pesar amostras muito pequenas.

Preciso calibrar minha balança analítica?

A calibração é uma avaliação do desempenho da balança. A necessidade de calibrar a balança analítica depende de onde ela está sendo usada e se há muitas regulamentações aplicáveis. Também é importante considerar as implicações de risco e custo de ter um resultado de peso incorreto em comparação com o custo da calibração.

Em ambientes regulados, a calibração é um requisito já que oferece a certeza de que a balança está funcionando de acordo com as expectativas. A calibração da balança analítica garante que o equipamento de pesagem satisfaça padrões como ISO, BPL/GMP, IFS e BRC.

Quando é essencial ter resultados de pesagem altamente precisos, optar por não calibrar a balança analítica pode ser uma estratégia de alto risco. Nesses ambientes, utilizar equipamento não calibrado pode levar a problemas na produção, como:

  • Parada de produção não programada
  • Qualidade inferior do produto
  • Problemas no processo e na auditoria
  • Recalls e retrabalho de produtos

A calibração da balança analítica não deve ser confundida com testes de rotina. Embora a calibração seja realizada por técnicos de manutenção autorizados, os testes de rotina são executados pelo usuário do instrumento. Se forem realizados com frequência suficiente, os testes de rotina ajudam com a identificação precoce de potenciais resultados fora da tolerância.

Leia mais sobre calibração de balança clicando aqui.

Como devo calibrar minha balança analítica?

A calibração da balança analítica deve ser realizada por um técnico de manutenção autorizado seguindo um procedimento padrão. O técnico de manutenção normalmente usará um software dedicado para dar suporte ao processo e oferecer um certificado de calibração. A calibração documentada da balança analítica é essencial em ambientes regulados como empresas farmacêuticas e de biotecnologia.

A calibração envolve avaliar o desempenho da balança analítica contra padrões de medição. Isso envolve vários testes, incluindo comparar a indicação na balança com o valor conhecido de um peso calibrado colocado sobre o prato de pesagem. O técnico pode confirmar se a balança atende aos requisitos com declarações claras de aprovação/falha.

A calibração da balança deve ser realizada de acordo com o risco do processo (ou seja, o nível de impacto negativo de um resultado de pesagem incorreto). Nos intervalos entre as calibrações, as balanças analíticas devem ser testadas regularmente pelo usuário para garantir resultados precisos contínuos e oferecer a identificação precoce de quaisquer problemas em potencial.

O Good Weighing Practice™ ou GWP® da METTLER TOLEDO, é um padrão científico global para a seleção, operação e calibração seguras do equipamento de pesagem.

O que é Incerteza de medição de balança?

Todas as medições estão sujeitas a ter um nível de incerteza. A incerteza de medição se deve a erros aleatórios, por exemplo, do usuário ou do ambiente, e erros sistemáticos, por exemplo, de pequenas variações inerentes no desempenho do instrumento toda vez que for usado.

Toda vez que pesar algo em sua balança analítica, há um nível de incerteza no resultado. Essa incerteza deve ser declarada junto com o resultado. Se a incerteza for muito alta, pode não ser possível confiar no resultado. A incerteza relativa da medição é muito maior na extremidade inferior da faixa de pesagem e deve-se tomar cuidado ao pesar pequenas quantidades.

Este guia explica a faixa de pesagem segura de uma balança.

Qual é a incerteza de uma balança analítica?

A incerteza de medição de uma balança analítica é determinada pela avaliação da sensibilidade, da não linearidade, da excentricidade e da repetitividade da balança. É uma boa prática determinar a incerteza da medição no momento e lugar da instalação e reavaliá-la durante cada serviço/calibração da balança. Qualquer medição de uma balança analítica não pode ser considerada como precisa sem uma declaração da incerteza da medição.

Qual é o peso mínimo da balança analítica?

O peso mínimo de cada balança analítica é diferente, dependendo do desempenho da célula de carga, sua localização, condições ambientais e a precisão de pesagem exigida. O peso mínimo é o limite de precisão do instrumento, abaixo desse peso mínimo, a incerteza de medição relativa é maior que a precisão de pesagem exigida, e o resultado da pesagem não é confiável. A incerteza relativa de medição é determinada dividindo-se a incerteza absoluta de pesagem pela carga e é normalmente expressa em porcentagem.

Incerteza Relativa da Medição
Incerteza Relativa da Medição

Para determinar o peso mínimo de uma balança, a incerteza de medição precisa ser avaliada no ambiente de trabalho. Alternativamente, a repetibilidade, como a fonte de erro dominante na faixa inferior da balança, pode ser avaliada para determinar o peso mínimo, realizada usando um peso pequeno, abaixo de 5% da capacidade de balança.

Peso Mínimo
Peso Mínimo

A função MinWeigh das balanças analíticas da METTLER TOLEDO, implantada por um técnico certificado, monitora o peso da amostra sendo adicionada à balança. Se o peso de uma amostra estiver abaixo do valor mínimo aceitável determinado, o visor da balança ficará vermelho e o valor do peso não é liberado.

MinWeigh
MinWeigh

O que é a exatidão e o que é a precisão de uma balança analítica? Qual é a diferença entre elas, e como é possível testá-las?

Precisão descreve a proximidade de dois ou mais valores de medição obtidos sob as mesmas condições de medição. Um teste de repetibilidade da balança, que determina o desvio padrão de uma série de medição, pode ser usado para avaliar a precisão.

A veracidade descreve a proximidade entre um valor medido e o valor verdadeiro aceito. No caso de uma balança analítica, o valor do peso exibido no visor da balança é comparado ao valor verdadeiro aceito de um peso padrão calibrado (teste de sensibilidade da balança).

Para que uma balança analítica seja precisa, os resultados de pesagem devem estar próximos do valor verdadeiro do peso aplicado e as pesagens repetidas do mesmo objeto devem ter pouca dispersão. A exatidão requer veracidade e precisão.

Exatidão vs. Precisão
Exatidão vs. Precisão

Quais são os efeitos da eletricidade estática em uma balança analítica?

Cargas eletrostáticas podem levar a resultados de pesagem instáveis e não repetíveis. A eletricidade estática exerce uma força no prato de pesagem, o que afeta diretamente os resultados da balança analítica. O carregamento eletrostático é uma das maiores fontes ocultas de erros de pesagem e é importante conseguir reconhecer quando o processo de pesagem pode ser afetado. Sinais de que cargas eletrostáticas estão influenciando na célula de pesagem são leituras instáveis da balança e leituras com desvio em uma direção. Nos dois casos, a balança pode ser incapaz de estabilizar ou pode ser necessário aguardar mais tempo do que o normal para que o resultado do peso seja liberado. Pode ser que tenha sido necessário adicionar cada vez mais pó a um recipiente para atingir o peso alvo. No entanto, se sua amostra ou recipiente não dissipa a carga relativamente rápido, os resultados podem estar sujeitos a erro sem que haja consciência disso. Os erros podem ser desde alguns miligramas a 100 mg.

As balanças analíticas XPR da METTLER TOLEDO incorporam a função exclusiva StaticDetect™ que avalia o erro automaticamente no resultado da pesagem devido a cargas eletrostáticas na amostra ou no recipiente. O StaticDetect™ apresenta uma advertência se o erro exceder o limite predefinido.

Leia o informativo técnico grátis: Cargas Eletrostáticas Durante a Pesagem

Detecção de Carga Estática
Detecção de Carga Estática

Como é possível eliminar cargas estáticas?

Onde for possível, devem ser tomadas ações preventivas para reduzir ou eliminar o acúmulo de cargas estáticas em amostras e recipientes de pesagem, a fim de evitar quaisquer erros, instabilidade ou resultados de pesagem frustrantemente lentos. Algumas das precauções para mitigar cargas estáticas incluem:

  • Garantir a umidade do ar adequada (≥ 45%)
  • Usar recipientes de pesagem antiestáticos (o metal é ideal)
  • Evitar esfregar os recipientes
  • Usar um prato de metal com laterais altas para ajudar a proteger a amostra contra campos elétricos
  • Descarregar a amostra e o recipiente com um ionizador antes da pesagem

As balanças analíticas XPR da METTLER TOLEDO incorporam o sensor patenteado StaticDetect™, que detecta automaticamente carga eletrostática em uma amostra e/ou seu recipiente. A balança mede o erro de pesagem e fornece um aviso, caso o limite definido pelo usuário seja excedido. A operação sincronizada de um ionizador com o StaticDetect remove automaticamente a carga eletrostática do objeto que está sendo pesado.

Clique aqui para ler informações adicionais sobre cargas eletrostáticas e a física por trás disso.

O que é um dispensador líquido de laboratório e como é usado na pesagem?

As balanças analíticas XPR da METTLER TOLEDO podem ser equipadas com o módulo opcional de dispensação de líquido. Esse dispensador líquido de laboratório dosa o líquido diretamente em um recipiente no prato de pesagem da balança analítica XPR. Ao usar a densidade do líquido e a temperatura ambiente, o peso do líquido é interpretado como um volume. A vantagem do dispensador líquido de laboratório automático XPR é que, ao fazer uma solução na concentração desejada, a quantia precisa de líquido pode ser adicionada de acordo com a quantidade dosada real da substância para criar soluções altamente precisas.

O que é a faixa de uma balança analítica?

A faixa de uma balança analítica é a quantia máxima que pode ser pesada nela, ou seja, a faixa de pesagem, também conhecida como a capacidade da balança. Ao selecionar uma balança analítica, deve-se ter uma consideração cuidadosa com a quantia máxima que se deseja pesar, incluindo o peso do recipiente de tara. Uma balança analítica de 200 g é uma opção comum, permitindo que amostras pequenas sejam pesadas em recipientes relativamente grandes. Para mais informações, consulte a pergunta abaixo.

Balança analítica 200 g – em quanto tempo consigo identificar a capacidade da balança analítica?

A capacidade mais comum de uma balança analítica é de 200 g, embora haja muitos modelos disponíveis com capacidade de 100 g e 300 g. No momento, as balanças analíticas da METTLER TOLEDO oferecem capacidades de 52 g a 520 g. A função dos gramas adicionais de capacidade é considerar o uso de um recipiente de tara. No entanto, a balança analítica é definida de acordo com sua resolução, que deve ser de 4 casas decimais (0,1 mg) ou mais. Nas balanças analíticas da METTLER TOLEDO, os números no nome do modelo oferecem uma indicação da capacidade, com o último número especificando o número de casas decimais de resolução. Por exemplo, a XPR205 é uma balança analítica de 200 g (220 g) com resolução de 5 casas decimais (0,01 mg) e a MS104TS é uma balança analítica de 100 g (120 g na prática) com resolução de 4 casas decimais (0,1 mg).

O que a letra C significa no nome do modelo de balança analítica XPR226CDR?

A letra C no nome do modelo XPR226CDR indica que ele é uma balança analítica comparadora. A XPR226CDR é uma balança analítica de alto desempenho, selecionada especialmente por sua precisão extremamente alta. Ela é o instrumento perfeito para aplicações de medição de massa de alta precisão para laboratórios de determinação de massa e provedores de serviços de calibração de peso. Nessas aplicações, os pesos são comparados aos pesos de referência, por isso o nome de balança comparadora. No entanto, elas também podem ser usadas para aplicações de balança analítica onde é necessário um alto nível de precisão.

O que é uma balança de 5 dígitos e em que ela é usada normalmente?

Uma balança de 5 dígitos é uma balança analítica com resolução de 5 casas decimais. O termo 'balança de 5 casas' também é usado com frequência. Cinco casas decimais é 0,00001 g, que é equivalente a 0,01 mg, e é conhecido como divisão de escala, d. Esta é a menor diferença na massa que pode ser determinada, mas isso não deve ser confundido com a menor quantia que pode ser pesada com precisão (por isso, veja a pergunta "Qual é o peso mínimo da balança analítica?"). Deve-se notar também que cada medição de peso está sujeita a um nível de incerteza, que normalmente é maior que a divisão da escala. Uma balança de 5 dígitos ou 5 casas pode ser usada para as mesmas aplicações que uma balança analítica, mas especialmente onde amostras ainda menores devem ser pesadas e é necessário um alto nível de precisão.

Qual é a carga máxima e mínima que pode ser pesada em uma balança analítica?

A quantia máxima que pode ser pesada em uma balança analítica é limitada pela capacidade da balança. As balanças analíticas da METTLER TOLEDO oferecem capacidades de 52 g a 520 g. Todas as nossas balanças analíticas são criadas com proteção contra sobrecarga para proteger a célula de pesagem sensível contra danos em caso de que algo caia sobre a balança, ou que uma carga excessiva seja aplicada. Uma advertência é exibida se a carga máxima for excedida. A menor quantia que pode ser pesada em uma balança analítica depende de uma variedade de fatores, incluindo a tolerância/precisão desejada do processo. Consulte a pergunta "Qual é o peso mínimo da balança analítica?"

O que é a bolha da balança analítica e para que é usada?

A bolha da balança analítica normalmente é um pequeno domo de vidro que contém líquido e uma bolha de ar, posicionado em algum lugar na balança. A bolha da balança analítica é usada para nivelar a balança. É importante nivelar sua balança analítica para garantir que seus resultados sejam precisos. Sua balança analítica é projetada com precisão para operar na posição nivelada para que a célula de pesagem registre o peso total de qualquer item colocado sobre ela. Se sua balança analítica não estiver nivelada, o valor do peso se desviará do valor verdadeiro em proporção ao quadrado do ângulo de inclinação. Ao examinar a bolha da balança, ela deve estar no centro. Se a bolha não estiver centralizada, o nível pode ser ajustado girando os pés da balança até que a bolha retorne à posição central.

As balanças analíticas de nível Excellence e Advanced da METTLER TOLEDO incorporam orientação de nivelamento gráfico que exibe qual pé precisa ser girado, para qual direção e quanto, facilitando nivelar a balança perfeitamente em apenas alguns segundos. Muitas de nossas balanças analíticas não apresentam mais a bolha de equilíbrio física.

Onde posso encontrar a bolha de nivelamento em minha balança analítica?

Na maioria das balanças analíticas da METTLER TOLEDO, é possível encontrar a bolha de nivelamento na parte da frente da balança, próximo ao visor. Em modelos mais antigos de balança analítica, a bolha de nivelamento está localizada no lado direito, em direção à parte traseira da balança. No entanto, muitos dos modelos mais novos de balanças analíticas apresentam nivelamento eletrônico com um guia de nivelamento na tela, por isso a bolha de nivelamento física não é mais necessária.

Bolha de Nivelamento da Balança Analítica
Bolha de Nivelamento da Balança Analítica

Quais são os tipos disponíveis de balanças analíticas?

As balanças analíticas podem ser subdivididas em balanças analíticas e microbalanças analíticas. Por definição, uma balança analítica deve ter pelo menos 4 casas decimais de resolução ou mais (0,1 mg ou menos). As balanças analíticas permitem que pequenas quantidades sejam pesadas em recipientes relativamente grandes. As microbalanças analíticas da METTLER TOLEDO oferecem resolução de 6 casas decimais (0,001 mg ou 1 µg), e devido à maior sensibilidade da célula de pesagem, elas possuem um segundo protetor de vento interno e, portanto, um prato de pesagem suspenso menor. A 32 g e 52 g, a capacidade da balança é menor que a de uma balança analítica.

Esporadicamente, as microbalanças são agrupadas com as balanças analíticas. No entanto, a METTLER TOLEDO as classifica separadamente devido à combinação de resolução mais alta de pelo menos 6 casas decimais (1 µg), capacidade de apenas alguns gramas e a construção diferente da balança. Normalmente, essas balanças são usadas para aplicações com precisão muito alta onde a quantidade sendo pesada é extremamente pequena, como matéria de particulados de pesagem em filtros e análises de metais preciosos.

Quais são os tipos de balanças disponíveis?

A METTLER TOLEDO oferece uma ampla linha de balanças:

  1. Balanças ultramicro
    • Resolução: 0,5 µg – 0,1 µg (0,0005 mg – 0,0001 mg, 0,0000005 g – 0,0000001 g)
    • Casas decimais: 7
    • Peso mínimo (5% carga, k=2, U=1%): Até 30 µg (0,03 mg)
    • Tipo de protetor de vento: redondo
    • Faixa de capacidade: 2,1 g – 6,1 g
  2. Microbalança
    • Resolução: 1 µg (0,0001 mg, 0,000001 g)
    • Casas decimais: 6
    • Peso mínimo (5% carga, k=2, U=1%): Até 82 µg (0,082 mg)
    • Tipo de protetor de vento: redondo
    • Faixa de capacidade: 2,1 g – 10,1 g
  3. Microbalança analítica
    • Resolução: 1 µg (0,0001 mg, 0,000001 g)
    • Casas decimais: 6
    • Peso mínimo (5% carga, k=2, U=1%): Até 120 µg (0,12 mg)
    • Tipo de protetor de vento: parte externa retangular + segundo retângulo interno
    • Faixa de capacidade: 32 g – 52 g
  4. Balança analítica
    • Resolução: 100 µg – 2 µg (0,1 mg – 0,002 mg, 0,0001 g – 0,000002 g)
    • Casas decimais: 4-6
    • Peso mínimo (5% carga, k=2, U=1%): Até 600 µg (0,6 mg)
    • Tipo de protetor de vento: retangular
    • Faixa de capacidade: 52 g – 520 g
  5. Balança de precisão
    • Resolução: 1.000.000 µg – 100 µg (1.000 mg – 0,1 mg, 1 g – 0,0001 g)
    • Casas decimais: 6
    • Peso mínimo (5% carga, k=2, U=1%): Até 82 µg (0,082 mg)
    • Tipo de protetor de vento: nenhum/retangular para resolução de 3 e 4 casas decimais
    • Faixa de capacidade: 120 g – 64 kg

Para garantir a seleção da balança correta para sua aplicação, a METTLER TOLEDO estabeleceu o padrão global de pesagem, Good Weighing Practice™ (GWP®). Nosso serviço gratuito GWP® Recommendation pode ajudar a selecionar a balança certa que atende às necessidades da sua aplicação particular e aos requisitos de precisão do processo.

O que é uma balança analítica digital?

Uma balança analítica digital é um instrumento eletrônico moderno que processa o sinal de medição de peso por métodos digitais/eletrônicos. As balanças analíticas digitais possuem um visor digital onde o resultado é exibido em números, em contraste com uma balança analógica onde o resultado é lido pela posição de um ponteiro contra uma escala. O resultado de um visor digital é inequívoco, enquanto a leitura de uma balança analógica pode gerar erros de leitura subjetivos. No entanto, com uma balança analógica é possível determinar valores de medição em frações de intervalos da escala. O menor incremento possível em uma balança analítica digital ou uma balança analógica é conhecida como divisão da escala, d.

O que é a divisão da escala (d) e a divisão da escala de verificação (e)?

A divisão da escala, d, é o menor incremento possível em uma escala de medição. Em uma balança analítica, d é igual à resolução da balança, que é a menor diferença que pode ser determinada no peso. Isso não deve ser confundido com o peso mínimo da balança. A divisão da escala de verificação, e, é relevante para balanças analíticas de uso controlado no comércio e se relaciona ao número máximo de casas decimais que podem ser usadas para resultados de peso em transações comerciais diretas. Por exemplo, no caso de que e = d, o peso em uma transação comercial direta pode ser dado usando a resolução da balança. Então, se d é 0,001 g, todos os resultados de peso podem ser dados com 3 casas decimais. No caso em que e = 10d e d = 0,001 g, os resultados de peso só podem ser dados com 2 casas decimais, ou seja, 0,001 g x 10. Nesse caso, é possível ver no visor da balança analítica a terceira casa decimal do resultado do peso entre parênteses, por exemplo, 2,67(3) g.