Sensor de Condutividade: para uma Ampla Faixa de Aplicações
 
Menu

Sensor de Condutividade

Alta Precisão para uma Ampla Faixa de Medições

Medidores

pH Meters

Para atender às necessidades do sistema eletroquímico, oferecemos uma variedade de medidores de bancada e portáteis especializados e duráveis. Nosso portfólio oferece produtos desenvolvidos para conformidade, medições de rotina ou para quem trabalha com um orçamento reduzido.

Medidores de BancadaMedidores Portáteis

Soluções

pH Solutions

A METTLER TOLEDO oferece uma ampla linha de buffers, padrões, eletrólitos, soluções de verificação e limpeza de alta qualidade para determinar pH, condutividade, concentração de íons, ORP e oxigênio dissolvido. Todas as soluções estão disponíveis em frascos de pequeno volume em pacotes ou em unidades e sachês de uso único.

Mais sobre Soluções

Serviços

Service for pH meters and sensors

Nós oferecemos diferentes pacotes de serviços, de acordo com suas necessidades. Eles variam da instalação e configuração profissional no local até a comprovação de conformidade documentada. Se você deseja cobertura integral além da garantia inicial, nós oferecemos um pacote de assistência estendida na forma de manutenção preventiva e reparos.

Mais sobre Serviços
 
Sensor ProductGuide

Produtos e Especificações

 
Produtos e Especificações
Filtro:
Filtrar
Limpar tudo
 
Conector
Tipo de célula
Constante da Célula
Material do Cabo
Diâmetro do Eixo
Nº de material: 51302256
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de platina
Constante da Célula0,80 cm-1
Material do CaboVidro
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostraalta força iônica
Nº de material: 51302255
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de platina
Constante da Célula0,06 cm-1
Material do CaboVidro
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostraamostras não aquosas
Nº de material: 30014160
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de platina
Constante da Célula0,1 cm-1
Material do CaboVidro
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostraamostras não aquosas
Nº de material: 51344020
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraUso Geral
Nº de material: 30014092
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344022
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraUso Geral
Nº de material: 30014093
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344030
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de platina
Constante da Célula1,0 cm-1
Material do CaboVidro
Diâmetro do Eixo4 mm
Para medidor portátilNão
AmostraAmostras pequenas
Nº de material: 51344031
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de platina
Constante da Célula1,0 cm-1
Material do CaboVidro
Diâmetro do Eixo6 mm
Para medidor portátilNão
AmostraAmostras pequenas
Nº de material: 51344024
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 30014094
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51344026
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 30014097
Veja os detalhes
ConectorMini-LTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de titânio
Constante da Célula0,01 cm-1
Material do CaboTitanio
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 30014099
Veja os detalhes
ConectorMini-LTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de titânio
Constante da Célula0,01 cm-1
Material do CaboTitanio
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51344120
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344122
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344124
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344110
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344112
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344114
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula4 polos de grafite
Constante da Célula0,57 cm-1
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
AmostraUso Geral
Nº de material: 51344126
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51344128
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51344116
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51344118
Veja os detalhes
ConectorLTW (IP67)
Tipo de célula2 polos de aço
Constante da Célula0,105 cm-1
Material do CaboAço Inoxidável
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilSim
Amostrabaixa força iônica (água pura)
Nº de material: 51302885
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de platina
Constante da Célula--
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo7 mm
Para medidor portátilNão
AmostraDensidade/Refratometria
Nº de material: 51302401
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula4 polos de platina
Constante da Célula--
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraTitulação
Nº de material: 51340266
Veja os detalhes
ConectorMini-DIN
Tipo de célula2 polos de platina
Constante da Célula--
Material do CaboEpoxy
Diâmetro do Eixo12 mm
Para medidor portátilNão
AmostraTitulação
Comparação

Documentação

Catálogo de produto

InLab® Sensors
The manufacturing of high quality sensors with outstanding performance not only requires technical skills and expertise but also a profound understand...

Manuals

Operating Instructions InLab 73x_74x
Operating Instructions InLab 73x_74x

Competência

Guia teórico da condutividade
Receba gratuitamente uma cópia do guia teórico de medição de condutividade e conheça a definição de condutividade e todos os importantes fundamentos n...
USP 645
Uma descrição dos requisitos e especificações de instrumentos para medições de condutividade em água purificada. Dicas e truques sobre como cumprir as...
Reducing Common Errors in Conductivity Measurement
A medição de condutividade usando células eletromagnéticas é um método simples e rentável usado para determinar a concentração de substâncias dissolvi...

Perguntas Frequentes

Como armazenar os sensores de condutividade corretamente?

Todos os manuais do usuário apresentam as informações necessárias sobre armazenamentos de curto e de longo prazo do respectivo sensor. Geralmente, sensores de condutividade devem ser armazenados secos para armazenamento prolongado.

Por que a calibração de condutividade funciona com uma calibração de apenas um ponto?

A maioria dos clientes mede a condutividade em uma faixa bastante estreita, por exemplo, sempre a mesma bebida ou sempre água deionizada. Com uma calibração de um ponto, é calibrada a faixa entre 0 µS/cm e esse ponto de calibração. Portanto, é útil escolher um padrão com maior condutividade que o valor esperado na amostra, por exemplo, 1.413 µS/cm ao esperar 1.200 mS/cm. Realizar um segundo ponto de calibração neste exemplo não mudaria a leitura de modo significativo, pois os padrões adjacentes 500 µS/cm e 12,88 mS/cm estão ambos bastante distantes.  

Uma calibração de condutividade de vários pontos é útil somente ao usar o mesmo sensor em uma ampla faixa, por exemplo, de 50 a 5.000 µS/cm. Neste caso, um conjunto de padrões adequado será de 84 µS/cm, 1.413 µS/cm e 12,88 mS.

De acordo com o método 2510B nos Métodos Padrão para o Exame de Água e Efluentes e o ASTM D1125, uma calibração de um ponto da constante de célula a uma condutividade representativa é suficiente para leituras de condutividade precisas.

Como a temperatura é compensada na medição de condutividade?

Há várias maneiras de realizar a compensação de temperatura.

A condutividade na solução aquosa é altamente afetada pela temperatura (~2%/°C). É por isso que é convencional vincular cada medição a uma temperatura de referência. As temperaturas de referência mais usadas são de 20 °C ou 25 °C no mundo da medição de condutividade.

Diferentes métodos de correção de temperatura foram desenvolvidos para atender às necessidades de diferentes usuários:

  • Linear: para soluções de condutividades média e alta
  • Não linear: águas naturais, como água subterrânea, água de superfície, água potável e efluentes
  • Água pura: água ultrapura, água deionizada, água destilada
  • Nenhum: alguns padrões, como USP <645>, proíbem qualquer compensação de temperatura

É desafiador o fato de que o impacto da temperatura é diferente não apenas para íons diferentes, mas também para concentrações diferentes do mesmo íon. Assim, para cada tipo de amostra, um fator de compensação, chamado de coeficiente da temperatura (α), precisa ser determinado. (Esse também é o caso para os padrões de calibração. Todos os medidores da Mettler-Toledo podem considerar automaticamente essa compensação usando tabelas de temperatura predefinidas.)

Qual é a vida útil esperada de um sensor de condutividade (esp. InLab® 741 e 742)?

Os sensores de condutividade não têm data de validade. Quando o sensor é utilizado nos limites de temperatura especificados e nem força mecânica severa nem condições químicas adversas são aplicadas ao sensor e ao seu cabo, ele teoricamente pode ser usado para sempre. Contudo, mudanças na constante de célula podem ocorrer, devido a depósitos de substâncias gordurosas e precipitados. Na maioria dos casos, enxaguar com etanol, álcool isopropílico ou acetona pode restaurar o sensor.

Quais sensores de condutividade têm uma constante de célula certificada ou nominal?

InLab® 741, InLab® 742 e InLab® Trace vêm com uma constante de célula medida no certificado. A constante de célula desses sensores foi determinada com precisão pelo fabricante logo após a produção e sob condições padronizadas usando um padrão de 100 μS/cm. A constante de célula no certificado pode, portanto, ser inserida diretamente no medidor, tornando a calibração com soluções padrão redundante.

Uma vez que esses três sensores são particularmente projetados para uso em meio de baixa condutividade, como água pura, água ultrapura, água destilada e água deionizada, é muito improvável que a célula de medição seja afetada por contaminação e, portanto, a constante de célula pode ser considerada estável. Contudo, a verificação regular da precisão com um padrão de condutividade (por exemplo, 10 mS/cm) é crucial.

Todos os outros sensores de condutividade da METTLER TOLEDO têm constantes da célula nominal impressas nos certificados. Esses sensores precisam ser calibrados antes do uso com as soluções padrão de calibração adequadas.

Além disso, o InLab® 731-ISM e o InLab® 738-ISM têm a constante de célula real armazenada no chip do ISM® que é usado pelos instrumentos aos quais o sensor está conectado.

Como evitar erros na medição de condutividade

O seguinte conjunto de dicas e truques ajudará a reduzir erros cometidos na medição da condutividade:

Em geral, devemos sempre garantir que as superfícies do polo no sensor de condutividade estejam totalmente imersas na solução de amostra.

As amostras de condutividade e as soluções padrão nunca devem ser diluídas já que o efeito da diluição não é linear.

Embora dependa do design do sensor de condutividade, a posição do sensor de condutividade no béquer de amostra também pode influenciar muito nos resultados da medição devido à ocorrência de efeitos de limite fora das superfícies do eletrodo. Normalmente é melhor posicionar o sensor no meio do béquer contendo a solução.

Uma fonte comum de erro em medições de condutividade são bolhas de ar que podem se formar na superfície dos polos. As bolhas costumam não ser reconhecidas pelos usuários como uma fonte de erro. Elas devem ser removidas durante a medição agitando brevemente a amostra usando um agitador magnético antes da medição ou, se necessário, batendo no sensor de condutividade. A remoção bem-sucedida de bolhas de ar costuma levar a um salto repentino na condutividade.

Uma vez que a precisão de qualquer medição depende da calibração adequada, é importante usar sempre um padrão recente. Idealmente, béqueres e sensores de amostra devem ser enxaguados de duas a três vezes com a amostra, uma vez que a presença de contaminantes pode provocar erros adicionais nos resultados de condutividade.

Por fim, amostras com baixas condutividades, como amostras de água pura ou ultrapura, devem ser medidas em uma célula de fluxo. O dióxido de carbono se dissolve em água, formando ácido carbônico, que leva a valores de condutividade maiores que os reais. A célula de fluxo garante que o CO2 atmosférico não entre em contato com amostras e os padrões de baixa condutividade. Isso se aplica tanto à calibração quanto à medição subsequente. A célula de fluxo e a tubulação devem ser cuidadosamente enxaguadas antes do uso.

Know the Risk of Your pH Measurement
Ion Selective Electrode Guide – Theory and Practice
How to Measure pH in Small Samples
Join the GEP eLearning Program
pH Toolbox for Life Sciences
pH Theorie Guide
Thank you for visiting www.mt.com. We have tried to optimize your experience while on the site, but we noticed that you are using an older version of a web browser. We would like to let you know that some features on the site may not be available or may not work as nicely as they would on a newer browser version. If you would like to take full advantage of the site, please update your web browser to help improve your experience while browsing www.mt.com.