Preparação de Amostra Gravimétrica — erros fora de especificação
White Paper

Preparação de Amostra Gravimétrica

White Paper

Reduzindo o tamanho da amostra e erros OOS (fora de especificação)

Preparação de Amostra Gravimétrica
Preparação de Amostra Gravimétrica

A preparação da amostra é uma parte importante de um fluxo de trabalho analítico. Entretanto, ela normalmente consiste em operações manuais tediosas e demoradas. Infelizmente, o processamento manual trabalhoso também constitui um risco elevado de erro ou variabilidade, que podem levar a resultados fora da especificação (OOS) ou fora da tolerância (OOT) (resultados de testes que ficam fora dos critérios de aceitação da especificação ou da tolerância). A variabilidade na preparação da amostra influencia a precisão dos resultados finais da análise. Por isso, é essencial identificar e eliminar quaisquer possíveis fontes de erros antes que possam prejudicar os processos seguintes.

Um artigo publicado há alguns anos na revista LC/GC investigou dois aspectos do fluxo de trabalho em um laboratório analítico: em primeiro lugar, qual é a proporção do tempo que um analista gasta nas diferentes etapas de um fluxo de trabalho analítico; em segundo lugar, quais são as principais fontes de erro OOS. Os resultados dessa pesquisa indicaram que mais da metade (61%) do tempo dos analistas é gasto no processamento de amostras, e quase metade (49%) dos erros OOS podem ser atribuídos a erro de processamento de amostra ou do operador.  

Thank you for visiting www.mt.com. We have tried to optimize your experience while on the site, but we noticed that you are using an older version of a web browser. We would like to let you know that some features on the site may not be available or may not work as nicely as they would on a newer browser version. If you would like to take full advantage of the site, please update your web browser to help improve your experience while browsing www.mt.com.